ATENÇÃO : Mulheres chefes de família receberão auxílio emergencial de R$ 1.200 – Confira !

A medida foi aprovada na noite de quinta-feira pela Câmara; veja detalhes da proposta

Depois de relutar em abrir os cofres públicos para combater os efeitos econômicos e sociais da crise do novo coronavírus, o governo triplicou o valor do benefício mensal concedido aos trabalhadores informais, que será de R$ 600. A medida foi aprovada na noite de quinta-feira pela Câmara. Os deputados também inseriram na proposta o auxílio emergencial de R$ 1.200 para mulheres chefes de família. Agora, o texto vai ao Senado.

Batizado de “coronavoucher”, o benefício é a primeira medida de grande alcance que avança desde o inicio da crise. De acordo com a proposta, o auxílio para informais poderá ser pago a até duas pessoas de uma mesma família, com renda de até três salários mínimos, por três meses.

Serão beneficiados todos os trabalhadores que não têm carteira assinada e, portanto, não têm direito ao seguro-desemprego, como diaristas, motorista de aplicativos, cabeleireiros, ambulantes, autônomos, microempreendedores individuais (MEIs) e contribuintes individuais da Previdência Social, além de demais informais inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), do Ministério da Cidadania.

Os que não estiverem inscritos no cadastro poderão se habilitar, por meio de uma autodeclaração. Quem já recebe benefício previdenciário e assistencial, como Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas), seguro-desemprego e Bolsa Família, não poderá receber o “coronavoucher”. Mas, no caso do Bolsa Família, será possível optar pelo voucher, que é mais vantajoso. Cerca de 25 milhões de informais devem ser beneficiados.

 

Fonte : Ibahia

error: Content is protected !!